Mangalarga Marchador - O cavalo com história

Written by Haras Clarion.

Em 1808, temendo a invasão de Napoleão Bonaparte, o rei de Portugal transferiu para o Brasil sua corte e sua família. Ele também trouxe garanhões selecionados da Coudelaria Real Alter do Chão, considerados os cavalos mais bonitos da Península Ibérica. O garanhão "Sublime" foi dado a Gabriel Francisco Junqueira, o Barão de Alfenas, um rico fazendeiro de Minas Gerais, que desenvolveu a raça Mangalarga Marchador por meio de cruzamentos com éguas Berberes e Sorraia. Surgiram assim, cavalos elegantes, atléticos, resistentes, utilizados no transporte, nas viagens, nas caçadas. O nome "Mangalarga" vem de uma fazenda no Estado do Rio de Janeiro que recebiam  os tão admirados cavalos vindos de Minas . Seu andamento único e confortável,  a "Marcha", completou o nome da raça: Mangalarga Marchador.

Agora, mais de 200 anos depois, o Mangalarga Marchador é o cavalo do Brasil, tendo à sua frente a ABCCMM - Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador.

Posted in Publicações

Print